Jorge Solla e luciano Sérgio comemoram assinatura de convênio com Pestalozzi de Alagoinhas

Publicidade 2

O convite do vereador Luciano Sérgio (PT) ao então Secretário Estadual de Saúde da Bahia, Jorge Solla, em janeiro de 2014, foi o pontapé inicial para a Associação Pestalozzi de Alagoinhas. À época, Solla enxergou no local o potencial para se transformar em um centro de referência para pessoas com deficiência e começou a trabalhar nesse sentido.

Pestalozzi de Alagoinhas
“Desde o primeiro momento, vi que aquele local poderia se transformar num centro de referência para pessoas com deficiência e começamos a trabalhar nesse sentido. Mas a luta não para por aí. Juntamente com o Vereador Luciano Sérgio, continuarei a cobrança para que sejam viabilizados os equipamentos indispensáveis ao funcionamento do centro de Referência da Associação Pestalozzi”, afirmou Jorge Solla, que prometeu fazer a cobrança diretamente ao secretário de Saúde do Município, Rodrigo Matos, em audiência pública que será realizada na próxima quinta-feira (18), para discutir, na Câmara Municipal, o cofinanciamento do SUS. Um dia antes, na quarta-feira (17), o Deputado Jorge Solla e o Vereador Luciano Sérgio, irão a Brasília, em audiência marcada com o ministro da Saúde para pleitear os equipamentos para associação.
Para o Vereador Luciano Sérgio, o centro de referência vai melhorar significativamente o atendimento às pessoas com deficiência, “A luta constante em favor da pessoa com necessidades especiais e deficiências múltiplas não é de agora, já são muitos anos travando essa batalha em favor desse público tão especial, remanejando recursos do orçamento público municipal ao longo desses 3 mandatos como Vereador, visando essa área em especifico; E a aquisição do Centro de Referência é um desdobramento dessas lutas, em favor de quem mais precisa” finalizou o vereador.
A diretora da Associação Pestalozzi de Alagoinhas, Ivone Castro, agradeceu a cooperação do vereador e do deputado federal em todo o processo. “Luciano trouxe Jorge Solla para conhecer a associação. Assim que ele conheceu, teve a ideia e pediu que uma equipe viesse aqui para fazer uma visita técnica e viabilizar que se transformasse em um centro de referência. Desde setembro de 2015, foi emitida uma portaria nos oficializando como um centro de referência. Agora estamos precisando dos equipamentos para atender com eficácia os pacientes”, lembrou.
Ainda de acordo com a diretora, os equipamentos necessários para o centro de referência têm o valor de aproximadamente R$ 120 mil reais.

Fonte: ASCOM – Dep. Federal Jorge Solla / ASCOM – Vereador Luciano Sérgio.

Deixe uma resposta