Entre Rios | “A população de Porto de Sauípe não será prejudicada”, garante gerente da embasa durante audiência pública.

Publicidade 2

Vereadores de Mata de São João, Entre Rios, Sindae, secretários municipais, funcionários da prefeitura de Entre Rios, representantes das Associações de Moradores e Comercial de Porto de Sauípe, Embasa, além da população de Entre Rios, do deputado estadual Joseildo Ramos e o prefeito Elizio Simões, estiveram reunidos até o cair da noite desta sexta-feira, 05, na Associação de Moradores de Porto de Sauípe, debatendo sobre as consequências caso seja aprovada a municipalização da água em Mata de São João, mesma porta de abastecimento de Porto de Sauípe.

“A nossa preocupação não é com Mata de São João. A nossa preocupação é com a nossa gente. É com Porto de Sauípe que estamos preocupados. Nossa população não pode ser penalizada por questões de outro município”, disse o prefeito Elizio Simões durante a reunião.

A questão da privatização da gestão da água em Mata de São João ainda está sendo discutida no município, mas a gerente de operações da Embasa em Camaçari, Thais Vieira, já garantiu: a população de Porto de Sauípe não será prejudicada. “A responsabilidade e a obrigação pelo tratamento e distribuição da água é da Embasa. A negociação que a Embasa fará com Mata de São João não será repassada para a comunidade daqui”, garantiu a gerente quando questionada pelo público presente.

A questão da privatização ainda está no início, mas o prefeito afirma que estará acompanhando de perto tudo que possa reverberar em Entre Rios. “Continuaremos atentos em defesa do melhor para Porto de Sauípe”, finalizou.O chefe do executivo municipal também aproveitou a visita ao litoral para visitar escolas que devido ao aumento do número de alunos matriculados precisa de uma nova estrutura, assim como a praça que passará em breve por uma revitalização.

Ascom – Entre Rios

Deixe uma resposta