Foto: EC. Vitória Leão goleia o xará Vitória da Conquista por 5x0
Últimas notícias

Leão goleia o xará Vitória da Conquista por 5×0

O Vitória não vencia há três jogos. Para um time que perdeu apenas dois jogos no ano, era muita coisa para o torcedor acostumado com o triunfo. O rubro-negro baiano precisava dar uma resposta à sua torcida. E deu. No segundo jogo das semifinais do Campeonato Baiano, o Vitória goleou o Conquista, por 5×0, neste domingo (23), no Barradão. Com o resultado, o Leão se credenciou para disputar a final da competição, onde busca o bicampeonato.

O adversário será o rival, em mais dois eletrizantes Ba-Vis. Serão quatro clássicos em 10 dias. Na próxima quinta-feira (27), pela Copa do Nordeste, começa o primeiro confronto, no Barradão. Os ingressos serão comercializados a partir desta segunda-feira (24), pela internet, na bilheteria do Manoel Barradas e nos shoppings Capemi, Lapa e Paralela. O valor continua o mesmo: R$ 40, arquibancada, R$ 60, cadeira, ambos de inteiras.

Retomando o caminho dos triunfos, o Leão entrou em campo com vontade de balançar a rede. Logo aos 13 minutos do primeiro tempo, David aproveitou um rebote dentro da área, fintou o marcador e bateu colocado, sem chance para o goleiro do Vitória da Conquista. Com o primeiro gol convertido no início, o Bode precisou sair para o jogo, pois dependia de um triunfo para se classificar. Deu mais brecha para o rubro-negro atacar. Com uma tarde inspirada de Cleiton Xavier, o Leão chegou ao segundo gol com o próprio camisa 11. Aos 31, Cleiton foi derrubado na área. Ele mesmo cobrou e fez.

Na segunda etapa, o técnico Argel Fucks poupou André Lima e colocou Paulinho. A troca surtiu efeito logo no início. No primeiro minuto do segundo tempo, Paulinho recebeu uma assistência de David e chutou. A bola rebateu no zagueiro e entrou. Com a goleada desenhada, Fucks também preservou Cleiton e promoveu o retorno de Jesus Dátolo, além da saída de Patric, para entrada de Salino. Aos 18 minutos, foi a vez de Uillian Correia fazer seu primeiro gol com a camisa vermelha e preta. E que gol! O volante bateu uma bomba de fora da área e correu para o abraço.

Após o quarto gol, o Vitória diminuiu o ritmo, mas um atleta, em especial, queria fazer o gol dele. Enquanto Geferson atuava, seu filho Enzo estava nascendo. Aos 42, Paulinho cruza na área e o lateral-esquerdo deixou o dele. Homenagem grandiosa para seu filhão e classificação mais que assegurada. O foco agora volta para a Copa do Nordeste. Também pelas semifinais, o Leão faz o primeiro jogo no Barradão, contra o rival. Serão dois jogos pelo Nordestão e mais dois nas finais do Baianão. Haja coração para tantos Ba-Vis!

Fonte: Acorda Cidade

Ultimas Notícias